RSS

Arquivo da categoria: CONTOS ♪ ♫

Nas farpas da saudade

cupido-en-paro

 

Em visita ao amor ultrajado

Jogado num canto, esquecido.

Quase que deteriorado

Dos meus desenganos, vencido.

 

Abri a porta, polido.

Temendo o que iria encontrar…

Muitos poemas esquecidos

Poeira em todo o lugar

 

Rabiscos de um rosto amigo

Que um dia tentei esboçar

E atrás do tempo perdido

Entre incontáveis, sei lá…

 

Um semblante conhecido

Identifiquei no lugar,

E ironicamente sorrindo

Não fez surpresa ao me olhar.

 

Cumprimentei a saudade

Convidei-a pra sentar

Trocamos amenidades e

Entre farpas a me remocar…

 

– Aquele amor tão valente

Que o mundo queria enfrentar

Diga-me querida amiga,

Onde é mesmo que ele estar?

 

– Que tristeza dizê-lo aviltado

Destronado e abatido

Pelo abandono sentenciado  

Nas próprias chamas, consumido.

 

Justifiquei: assim quis o destino,

Ou qualquer coisa que o valha,

Transformá-lo em desatino

Num fio de esperança vaga.

 

Deixou escapar num gemido

Como num terço a debulhar,

Se casassem o amor e o destino

Como iriam me alimentar?

 

Rosnando, falou-me entre os dentes:

– Pobre do homem que amar.

 

Por Lu Marinho

 
7 Comentários

Publicado por em 15 de setembro de 2015 em #DESTAQUE, ♥ POESIAS ♥, CONTOS ♪ ♫

 

Tags: , , , ,

O amor…♥

 

O amor… ♥

O amor é um anjo brincalhão, que te pega de jeito, invade teu peito e fica a vontade… Não faz distinção de raça ou de cor e nem de idade… Não avisa quando vem nem quando se vai, faz o que bem quer da gente com sua semente nem sempre de paz… Abriga-se nos leitos da alma, se entranha, se enlaça sem licença pedir, e te rouba o sono, consome tua fome, muda teu jeito de agir… vence a razão, doma teu coração, te faz coadjuvante da tua própria vida sem te dar opção… te enreda, te amarra, te encalacra nas mãos, simples como um fantoche movido a cordão… É um anjo sapeca, levado da breca, criança sem noção… Enche tua cara de esperança só pra a ver cair mais pesada no chão… Anjo vou contar-te um segredo:  não sou um brinquedo, então, por favor deixa em paz meu coração…♥

 

Por Lu Marinho

 

Meu “Grande” pequenino…

Meu  ‘”Grande” pequenino…

Com espanto veio à enxurrada de perguntas:

Mãe, você está chorando?

Por quê?

Está sentindo dores?

O que foi?

Me conta?

Seguida de uma série de palavras doces:

Não chora mãe… Eu te amo!

Vai passar… te amo do tamanho do universo!

Olha, você é a melhor mãe do mundo inteirinho!!!

Tudo isso embrulhado em abraços carinhosos e muitos beijinhos…

Olhei bem nos olhinhos infantis que me fitavam confusos e impacientes, ávidos por minhas respostas e disse:

Até pouco não estava chorando filho, meus olhos vertiam saudade…

Agora estou chorando sim, mas é de felicidade!!! Amo-te demais meu filho!!!

“Meu filhinho pequenino quando sorrir de repente,

tem toda graça divina  num pedacinho de gente!!!”

Por Lu Marinho

 
 

DEVANEIOS…

 

Devaneios…

Tive um sonho tão bonito, sonhei que você sonhava comigo, não um sonho em que estavas dormindo, mas em que estavas acordado, e nesse sonho bonito você se encantava comigo, e me querias completa, me querias perceira, pra vida inteira… e foi um sonho comprido onde sonhando comigo você também desejava que eu sonhasse contigo, também desejasse contigo estar como querias comigo ficar…

E este sonho bonito estendeu-se sobre a minha noite me mostrando o caminho onde os nossos sonhos se encontravam e nós já não sonhávamos sozinhos… e juntos, bem juntinhos sonhavávamos o sonho um do outro e assim o sonho tornava-se ainda mais bonito… e olhando na mesma direção você segurava a minha mão e seguíamos não sei se no meu sonho ou no teu, mas sei que pedi pra Deus me deixar sonhando…

Por Lu Marinho

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de abril de 2012 em ♥ POESIAS ♥, CONTOS ♪ ♫