RSS

Do avesso

05 mar

521717_581959338529363_319803786_n

 

Se eu soubesse te dizer dessa saudade,

diria nos mínimos detalhes o que se passa aqui dentro,

diria que aqui do lado avesso o ar é comprimido,é rarefeito,

feito esse sentimento que me invade,

e numa nuvem de saudade me atravanca e da nó dentro do peito,

que nunca escalou qualquer montanha,

mas sabe “bem” as artimanhas dolorosas do rarefeito,

do que desfeito nunca foi, nem nunca ficou feito…

Ah! Se eu soubesse descrever todo efeito ..

 

Por Lu Marinho

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 5 de março de 2015 em #DESTAQUE, ♥ POESIAS ♥

 

3 Respostas para “Do avesso

  1. Gustavo Roubert

    16 de abril de 2015 at 1:14 PM

    É no avesso da saudade que a esperança se revela.

     
  2. Rancho das Crônicas!

    26 de maio de 2015 at 1:09 AM

    Sim Lu Marinho. Saber descrever os sentimentos é possível apenas com muito exercício e verdadeiro conhecimento de si mesmo. Muitas vezes descrevemos nossos sentimentos a partir dos impulsos e reações que os outros nos pedem no dia a dia.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: