RSS

Arquivo diário: 29 de maio de 2014

Insanamente…

Saudades II

 

Fonte de alegria e de martírio

Eu que tudo fiz por merecê-lo

Louco sonho de amor e de delírio

Dei mais que a vida, dei a alma por querê-lo.

 

Por quem vivo de amor, morto padeço!

Pois, quanto mais te perco, mais te quero,

E mesmo em meio a tudo que acho incerto

Vislumbro o céu no inverno que mereço.

 

Se este é o quinhão, o alto preço,

Que devo amor por tanto deseja-lo

Não há como fugir, hei de pagá-lo,

 

Ardendo em brasas viva de saudade

Beirando dia-a-dia a insanidade

Sem receber de ti o que ofereço.

 

Lu Marinho

Anúncios