RSS

Arquivo mensal: dezembro 2013

Relicário

11

Nasceu num olhar, brotou de um sorriso

Esse amor que a minha alegria entristece

Viveu num segredo, morreu de indeciso

Pra detê-lo não houve conversa nem prece

 

Inútil tateio num caminho impreciso

E por razões que a própria razão desconhece

É um mistério, talvez, desvendá-lo preciso

N’alma ficou, coração não esquece

 

Este amor irreal, relicário que debalde idealizo

É castigo, e o que mais dói, machuca e fere…

Ontem fui colo, leito, abrigo, hoje, nem me conhece

 

Hospedeiro letal, cruel assassino, mata o peito onde cresce

É o legado do amor não correspondido, veneno amargo, sinistro,

Pois, quando não mata, enlouquece!

 

Lu Marinho

 
1 comentário

Publicado por em 16 de dezembro de 2013 em #DESTAQUE, ↑ REFLEXÃO ↓, ♥ POESIAS ♥

 

O amor não quis

tumblr_kz0oyl37121qawsj8o1_5001

Se o amor não nos quiser

A quem posso me queixar?

O que poderei fazer

Se ele não nos soube amar?

 

Se o amor não nos quiser

E em nós não apostar

Vai adiantar ter fé?

Ou a fé o seguirá?

 

Se o amor não nos quiser

Será possível lutar?

Sem a bandeira do amor

Onde podemos chegar?

 

Eu quero e você quer

Mas o amor não quis estar

Não adiantou ter fé

De nada valeu rezar

 

Sem o amor tudo é vazio

Não tem brilho no olhar

Não há sede em nossa boca

É sem sabor o beijar

 

Ainda quis insistir, relutei tentei ficar

Mas o amor não me ouviu

Ele não nos quis amar

E em silêncio partiu

 

Levando embora a esperança

Bagunçou planos e sonhos

Deixando um baú de lembranças

Molhando sorrisos tristonhos.

 

 

Lu Marinho

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de dezembro de 2013 em #DESTAQUE, ♥ POESIAS ♥