RSS

Arquivo mensal: novembro 2012

*Loa

Com um AM(…)R que não se cansa

Junto enfado no meu peito

Mesmo sem lenha a velha chama

Ainda arde, não tem jeito!

 

Desiludida de te merecer

AM(…)R, que me amputou a vida,

Vejo a esperança vazia, esvaecer,

Desfazendo-se fibra por fibra.

 

Mas, este AM(..)R é planta resistente,

E como o musgo na fenda da rocha medra,

Este louco apega-se e se prende

A tez hostil de um coração de pedra!

 

Lu Marinho

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de novembro de 2012 em #DESTAQUE

 

Pressagio

Saudade querendo aconchego

Típico de quem está sozinho,

Olhar perdido em aguaceiro

Coração pedindo ninho.

 

Solidão rondando a casa

À espera de um descuido

Desilusão criando asas

Jogando-me contra muros

 

E as defesas vão minando

E em cada canto se instala

Vazio e tristeza companheiras

 

Que retalham a paz da alma

Tecendo um pranto mudo

que mata com fria calma.

 

Lu Marinho

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de novembro de 2012 em #DESTAQUE

 

Centelha

O que provoca o lembrar

As vezes cansa…

E perdido revira a memória,

E uma centelha

Incendeia a história…

Num infinito desejar

Que não descansa,

É a lembrança da lembrança

da lembrança…

 

Lu Marinho

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de novembro de 2012 em #DESTAQUE